Back to top

MESTRADO PROFISSIONAL DE POLÍTICA E GESTÃO DE CT&I EM SAÚDE

Objetivo

O Mestrado Profissional em Política e Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde integra o Mestrado Profissional em Saúde Pública, componente do Programa de Mestrado Profissional da Pós-Graduação em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) reconhecido pela CAPES/MEC. Este é um dos cursos da ENSP com oferta regular, estando na sua sétima edição - sendo a primeira edição em parceria com a Escola Corporativa.

Qualificar os profissionais das instituições públicas de referência do sistema nacional de inovação em saúde frente às mudanças necessárias no padrão de gestão vigente nestas organizações, em função tanto dos novos requisitos colocados pelos avanços no processo de geração do conhecimento, como na pressão social para que este processo seja conduzido buscando-se a efetiva aplicação social do conhecimento gerado.

A quem se destina (público-alvo)

Servidores públicos de nível superior, portadores de diploma de graduação concedido por Instituição de Ensino Superior e reconhecido pelo Conselho Nacional de Educação, que atue na gestão de CT&I, indicado pela Fiocruz, cuja participação conte com apoio institucional, a partir de sua contribuição para inovações na instituição.

Estrutura

O mestrado é composto de três blocos:

Bloco 1 - teórico-conceitual: permite entender o contexto em que as organizações de CT&I estão imersas e estabelece os fundamentos conceituais e o substrato teórico-metodológico;

Bloco 2 – gerencial: enfatiza o elemento gestão estratégica e tem como finalidade introduzir os alunos no campo dos principais conhecimentos que norteiam as novas ferramentas de gerenciamento.

Bloco 3 – aplicado: central na perspectiva do mestrado profissional, objetiva subsidiar os alunos na construção da dissertação, tanto no que diz respeito à identificação dos problemas de gestão nos ambientes de trabalho que subsidiem a definição dos objetos de trabalho, quanto na própria elaboração da dissertação.

O curso tem carga horária total (presencial e não presencial) de 1.470 horas e duração de 24 meses. A carga presencial se concentrará no primeiro ano, ficando o segundo ano dedicado basicamente à elaboração da dissertação. O curso apresenta estrutura modular e será realizado em regime presencial, mesclado com videoconferências, com jornadas de três dias a cada 20 dias, ou seja, cada jornada é composta de 24 horas-aula.

Resultados esperados

Promover intervenções no processo de trabalho, desenvolvendo e utilizando novos métodos e ferramentas para a promoção, o acompanhamento e a avaliação de inovações gerenciais.

Capacitar gestores compromissados com processos dinâmicos de transformação institucional e inovação gerencial em saúde.

Clique aqui para acessar a galeria de imagens relativas a essa ação educacional.